Produtos

Confira abaixo nossa listagem de produtos.

Bisturís, Argônio e Cardiotogógrafos

BISTURI FORCE FX

Bisturi eletrônico microprocessado com saída isolada de corte, coagulação e bipolar para uso em cirurgias de pequeno, médio e grande porte, incluindo as especialidades de oncologia, cardiologia e neurocirurgia, onde estão presentes tecidos delicados.

Deve dispor das seguintes características mínimas:

  • Console compacto e de peso inferior a 8,5kg.

  • Modo de operação monopolar (corte e coagulação) e bipolar.

  • Modo monopolar corte com potência mínima de 300W para corte puro e pelo menos uma opção de corte misto tipo "blend".

  • Modo monopolar coagulação com potência de 120W, e pelo menos quatro modos de operação: dissecação, fulguração alta, fulguração baixa e spray, ou equivalentes.

  • Modo bipolar com potência máxima de 70W, e pelo menos três modos de operação: Bipolar, Microbipolar e Macrobipolar.

  • Acionamento bipolar independente através de pedal único comando.

  • Troca automática entre os modos de operação monopolar e bipolar através de pedais independentes.

  • Acionamento monopolar por caneta comando manual e por pedal duplo comando (corte e coagulação).

  • Duas saídas monopolares independentes que permitam operação simultânea de dois cirurgiões.

  • Porta universal para acessórios monopolares com pino de até 8mm de diâmetro, podendo receber adaptador para acessórios de videocirurgia e outros.

  • Sistema fechado com resposta instantânea à variação da impedância tecidual, e que ajuste automaticamente a corrente e voltagem de saída em função da impedância detectada no eletrodo ativo. Deve ainda possuir sistema que garanta uma alta taxa de eficiência de potência sendo superior a 92%.

  • Controles e displays independentes para os modos monopolares de corte, coagulação e bipolar.

  • Ajuste de potência através de teclas no painel frontal do aparelho.

  • Display digital que indique a potência de saída na unidade Watts para todos os modos de operação.

  • Sistema de monitoração de contato da placa-paciente, com indicador visual, alarme sonoro e bloqueio do gerador de RF em caso de perda de contato total ou descolamento parcial da placa.

  • Monitoração da integridade do cabo da placa de retorno e da conexão com o equipamento bloqueando o gerador de RF e ativando alarme audiovisual em caso de falha.

  • Identificação automática do tipo de placa de retorno utilizada - simples com face única ou dividida com face dupla.

  • Registro de memória para a última programação dos níveis de potência ajustados.

  • Sistema de autodiagnostico de falhas, gerando códigos de erro no painel em caso de falhas.

  • Conexão traseira para comando remoto e comunicação com outros equipamentos.

  • Painel do equipamento à prova de líquidos, classificado como IPX-1.

  • Alimentação da rede elétrica de 110VAC ou 220VAC.

Deverá acompanhar pelo menos os acessórios que seguem: 01 (um) carro de transporte com freio e local para armazenar os pedais, 01 (um) pedal duplo para acionamento monopolar, 01 (um) pedal simples para acionamento bipolar, 01 (um) cabo reutilizável para placa de retorno, 100 (cem) placas de retorno descartáveis (divididas) adulto, 01 (um) placa de retorno descartável (dividida) neonatal, 50 (cinquenta) canetas de comando manual (corte e coagulação) descartáveis, 01 (um) eletrodo agulha descartável para microcirurgia com ponta de tungstênio, 01 (um) cabo de força elétrico, 01 (um) manual operacional em português.


BISTURI ELETRÔNICO MICROPROCESSADO MODELO HF-120

Bisturi eletrônico para procedimentos mono e bipolares de pequeno porte em ambulatório ou centro cirúrgico. Equipamento com tecnologia microprocessada e refrigeração natural por convecção (para eliminar/evitar o acúmulo de pó dentro do equipamento promovido por ventiladores/coolers); Deve possuir indicação digital de potência EM WATTS para todos os modos de operação e ajuste digital de potência com precisão de 01 em 01 watt através de teclas blindadas no painel frontal a prova de líquidos; Indicação sonora da função acionada (tons diferenciados para corte e coagulação) com controle de volume através de teclas up/down no painel frontal; Possuir memorização automática (não-volátil – mantida mesmo após desligar o aparelho) de um conjunto de valores de potências pré-programadas; Permitir o uso de placas-paciente de retorno adesivas descartáveis com sistema de monitoração de contato, além de placa permanente de aço inox. Possuir seleção automática do sistema de monitoração conforme tipo de placa conectada (comum/inox ou bipartida) através de um único cabo; Funções eletrocirúrgicas acionadas através de pedal duplo e também através de caneta de comando manual duplo com controles para corte e coagulação.
Potências máximas para cada função: 100 watts para corte, 03 modos Blends com 100 watts de potência cada; 100 watts para coagulação e 50 watts para bipolar – valores ajustáveis de 01 em 01 watt de 0-100 em modos rápido e preciso.
Possuir seleção automática de voltagem de acordo com a rede elétrica (127/220VAC), podendo ser ligado em qualquer tomada cuja voltagem da rede elétrica esteja entre 100 e 240VAC. Peso máximo de 4,5Kg facilitando o transporte do equipamento.
Conformidade do Inmetro atendimento às exigências da NBRIEC 60601-2-2 (Norma Internacional de Segurança Elétrica para bisturis eletrônicos) na classificação CF e inclusive ao teste de interferência eletromagnética (EMC).
Apresentar Certificado de Boas Práticas de Fabricação, conforme determinação da RDC 59 da ANVISA – AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA.

Fornecido com os seguintes acessórios: 01 pedal de comando duplo para acionamento dos modos monopolar e bipolar; 01 placa de retorno permanente de aço inox e cabo compatível; 01 caneta porta-eletrodo de comando manual duplo (botões de acionamento de corte e coagulação) e conector universal/3 pinos; 01 jogo com 05 eletrodos médicos - sendo: 01 ponta tipo faca reta; 01 ponta tipo faca curva; 01 ponta tipo agulha; 01 ponta tipo alça; 01 ponta tipo bola.

BISTURI ELETRÔNICO MICROPROCESSADO MODELO SS-200A

Bisturi eletrônico para procedimentos mono e bipolares em ambulatório ou centro cirúrgico. Equipamento com tecnologia microprocessada e refrigeração natural por convecção (para eliminar/evitar o acúmulo de pó dentro do equipamento promovido por ventiladores/coolers); Indicação digital de potência EM WATTS e ajuste digital de potência com precisão de 01 em 01 watt para todos os modos de operação, através de teclas blindadas no painel frontal a prova de líquidos; Indicação sonora da função acionada (tons diferenciados para corte e coagulação) com controle digital de volume através de teclas up/down no painel frontal; Possuir memorização automática (não-volátil – mantida mesmo após desligar o aparelho) de um conjunto de valores de potências programadas pelo usuário); Permitir o uso de placas-paciente de retorno adesivas descartáveis com sistema de monitoração de contato, além de placa  permanente de aço inox. Possuir seleção automática do sistema de monitoração conforme tipo de placa conectada (comum/inox ou bipartida) através de um único cabo; Funções eletrocirúrgicas (monopolar e bipolar) acionadas através de pedal duplo e também através de caneta de comando manual duplo com controles para corte e coagulação.
Potências máximas para cada função: 200 watts para corte, 03 modos blends com potências de 100-150 watts; 100 watts para coagulação e 50 watts para bipolar – valores ajustáveis de 01 em 01 watt em modos rápido e preciso.
Permitir conexão/compatibilidade com coagulador por plasma de gás argônio (comprovar atendimento através de manual de operação registrado na ANVISA).
Seleção automática de voltagem de acordo com a rede elétrica (127/220VAC), podendo ser ligado em qualquer tomada cuja voltagem da rede elétrica esteja entre 100 e 240VAC. Peso máximo de 4 kg facilitando o transporte do equipamento.
Conformidade do Inmetro atendimento às exigências da NBRIEC 60601-2-2 (Norma Internacional de Segurança Elétrica para bisturis eletrônicos) na classificação CF e inclusive ao teste de interferência eletromagnética (EMC).
Apresentar Certificado de Boas Práticas de Fabricação, conforme determinação da RDC 59 da ANVISA – AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA.
Fornecido com os seguintes acessórios: 01 pedal duplo para acionamento dos modos monopolar e bipolar; 01 placa de retorno permanente de aço inox e cabo compatível; 01 caneta portaeletrodo de comando manual duplo (botões de acionamento de corte e coagulação) e conector universal/3 pinos; 01 jogo com 05 eletrodos médicos - sendo: 01 ponta tipo faca reta; 01 ponta tipo faca curva; 01 ponta tipo agulha; 01 ponta tipo alça; 01 ponta tipo bola.


BISTURI ELETRÔNICO MICROPROCESSADO MODELO SS-501S

Bisturi eletrônico para todos os procedimentos de centro cirúrgico, inclusive de alta complexidade, sem restrições. Equipamento com tecnologia microprocessada e refrigeração natural por convecção sem uso de ventiladores/coolers; Indicação digital de potência EM WATTS e ajuste digital de potência com precisão de 01 em 01 watt para todos os modos de operação, através de teclas blindadas no painel frontal a prova de líquidos; Indicação sonora da função acionada (tons diferenciados para corte e coagulação) com controle digital de volume, através de teclas up/down no painel frontal; Permitir a memorização automática (não-volátil – mantida mesmo após desligar o aparelho) de um conjunto de valores de potências programadas pelo usuário; Sistema de monitoração da resistência/contato da placa-paciente adesiva (dividida) com indicação visual da qualidade do contato através de display gráfico localizado no painel frontal e seleção automática do sistema de monitoração conforme tipo de placa conectada (comum ou bipartida), através de um único cabo.
Funções eletrocirúrgicas monopolares (corte e coagulação) acionadas através de pedal duplo e permitir acionamento simultâneo de 02 canetas de comando manual. Permitir ainda, a operação do modo bipolar através de pedal independente e de forma automática, sem a necessidade de acionar qualquer tecla no painel do equipamento.
Possuir modo de corte para tecidos adiposos que exigem maior eficiência durante o procedimento e permitir conexão com coagulador argônio, mantendo todas as funções
convencionais do bisturi elétrico;
Potências mínimas para cada função: 300 watts para corte puro e modo forçado para tecidos adiposos, 03 modos de blends para os tipos de normal e forçado; 120 watts para coagulação spray; 80 watts para bipolar em modos rápido e preciso e função microbipolar independente, com alta precisão para coagulação de vasos de pequeno calibre (microcirurgias).
Seleção automática de voltagem de acordo com a rede elétrica (127/220VAC), podendo ser ligado em qualquer tomada cuja voltagem da rede elétrica esteja entre 100 e 240VAC. Possuir frequência de operação mínima de 480 Khz.
Possuir Certificado de Conformidade comprovando atendimento às exigências da NBRIEC 60601-2-2 (Norma Internacional de Segurança Elétrica para bisturis eletrônicos) na classificação CF e inclusive teste de interferência eletromagnética (EMC). Apresentar Certificado de Boas Práticas de Fabricação, em plena validade, atendendo a determinação da RDC-59 - ANVISA.
Acessórios sugeridos: 01 carrinho; 01 pedal duplo; 01 pedal simples para o modo bipolar; 01 placa de retorno permanente de aço inox com cabo compatível; 05 placas adesivas descartáveis bipartidas e 01 cabo permanente compatível com sistema de monitoração de contato; 01 caneta porta-eletrodo simples com cabo; 01 caneta porta-eletrodo de comando manual duplo (botões de acionamento de corte e coagulação) e conector universal/3 pinos; 02 jogos com 05 eletrodos médicos cada jogo, para uso geral - sendo: 01 ponta tipo faca reta; 01 ponta tipo faca curva; 01 ponta tipo agulha; 01 ponta tipo alça; 01 ponta tipo bola.


BISTURI ELETRÔNICO MICROPROCESSADO MODELO SS-601MCA

Bisturi eletrônico multifuncional para todos os procedimentos de centro cirúrgico, inclusive de alta complexidade, sem restrições. Microprocessado, peso máximo de 10,3 kg e ventilação por convecção (para eliminar/evitar o acúmulo de pó dentro do equipamento ocasionado por ventiladores); Indicação digital da potência EM WATTS, através de displays independentes para todos os modos de operação; ajuste digital de potência com precisão de 01 WATT para todos os modos de operação, através de teclas blindadas tipo up/down no painel e através da caneta de comando manual; Permitir programação digital dos valores de potência ajustados, com no mínimo 90 posições memorizadas e editáveis, além da memorização automática (não-volátil) dos últimos valores ajustados; Possuir sistema de monitoração da resistência/contato da placa-paciente adesiva (dividida) com indicação visual da qualidade do contato através de display gráfico e seleção automática do sistema de monitoração conforme tipo de placa conectada (comum ou bipartida); Monitorar continuamente todas as funções em uso, checando, detectando e também corrigindo possível eventual e indesejado desvio da potência entregue durante o procedimento; Possuir gerador de potência que possibilita 02 saídas para caneta de comando manual e 02 saídas para pedais monopolares que permitem o trabalho simultâneo de 02 cirurgiões sem divisão da potência em qualquer combinação de uso: Corte, Coagulação e Bipolar;
Possuir corte pulsado (função Ecut) para intervenções endoscópicas que requerem
alternadamente o corte e a coagulação Potências para cada função: mínimo 300 watts para corte puro, modo high CUT e corte pulsado, 03 modos de blends para os tipos de normal e high cut com potências de 150/200/250 watts, respectivamente; mínimo de 06 modos de coagulação com potências entre 120 a 180 watts; e 04 modos de bipolar com potências entre 40 a 120 watts; Deve manter a potência selecionada durante todo o procedimento, em qualquer tipo de tecido, bem como ajustar automaticamente a potência conforme a variação da impedância do tecido;
Permitir conexão com coagulador argônio, mantendo todas as funções convencionais do bisturi elétrico disponíveis para uso através de caneta com funções de Coagulação com gás e Coagulação/Corte Monopolares;
Permitir modo de selagem de vasos, através de instrumento multifuncional que opera em 4 funções (apreensão, dissecção, coagulação e corte energizado) em tecidos vascularizados e com vasos de até 7mm.
Possuir seleção automática de voltagem de acordo com a rede elétrica (127/220VAC), podendo ser ligado em qualquer tomada cuja voltagem da rede elétrica esteja entre 100 e 240VAC;
O equipamento deve possuir certificado de Conformidade do Inmetro atendimento às exigências da NBRIEC 60601-2-2 (Norma Internacional de Segurança Elétrica para bisturis eletrônicos) na classificação CF e ao teste de interferência eletromagnética (EMC);
Acessórios: 01 carrinho; 01 pedal duplo (monopolar) com grau de proteção IPX7; 01 pedal bipolar com grau de proteção IPX7; 01 placa de retorno permanente de aço inox com cabo compatível; 05 placas adesivas descartáveis bipartidas e 01 cabo permanente compatível com sistema de monitoração de contato; 05 canetas porta-eletrodo, descartáveis, comando manual duplo (botões de acionamento de corte e coagulação), conector universal/3 pinos e eletrodo; 01 caneta porta-eletrodo, autoclavável, comando manual duplo (botões de acionamento de corte e coagulação), conector universal/3 pinos e eletrodo; 01 caneta porta-eletrodo simples com cabo; 01 jogo com 05 eletrodos médicos, para uso geral: 01 ponta tipo faca reta; 01 ponta tipo faca curva; 01 ponta tipo agulha; 01 ponta tipo alça; 01 ponta tipo bola; 01 manual de instruções e 01 certificado de garantia.


COAGULADOR POR PLASMA DE ARGONIO MODELO ARGON 4

Coagulador por plasma de argônio para procedimentos cirúrgicos associados a perdas
substanciais de sangue que exijam rápido controle de sangramento e mínima destruição tecidual, tais como: Transplante Hepático, Cirurgia Oncológica, Toráxica, Trauma, Vídeo Endoscópica e Laparoscópica, Ginecológica, Proctológica, Cabeça e Pescoço, dentre outros. Equipamento microprocessado com refrigeração natural por convecção (para eliminar/evitar o acúmulo de pó dentro do equipamento promovido por ventiladores/coolers); Possuir display digital com menu de operações interativo que disponibiliza informações sobre instalação do equipamento, seleção de acessórios (permitir o uso de acessórios nacionais e importados – inclusive cateteres) e orientações para solução de problemas, facilitando para os usuários antes e durante os procedimentos; Checagem automática de inicialização (auto teste); indicação de nível/pressão/fluxo de gás (lpm) com controle ajustável continuamente de 0 a 10 l/min em passos de 0,1L/min; detecção de vazamentos ou falta de gás e erro de operação. Possui entrada para 02 cilindros de gás com mudança automática de reservatório ao final da carga garantindo a continuidade do procedimento sem interrupções por falta de gás; tecla purgar para eliminação de resíduo de gás no circuito de saída permitindo segura desconexão do cilindro. Possuir no mínimo 04 modos de operação, sendo: corte e coagulação convencional e corte e coagulação por gás argônio; Ainda, no trabalho com o coagulador argônio deverão ser mantidas as funções convencionais do eletrobisturi.
Permitir o acionamento das funções através do pedal ou caneta com comando manual para corte e coagulação convencional e coagulação por gás argônio.
Seleção automática de voltagem de acordo com a rede elétrica (127/220VAC), podendo ser ligado em qualquer tomada cuja voltagem da rede elétrica esteja entre 100 e 240VAC. Peso máximo de 8 kg facilitando o transporte do equipamento.
Conformidade do Inmetro atendimento às exigências da NBRIEC 60601-2-2 (Norma
Internacional de Segurança Elétrica para bisturis eletrônicos) na classificação CF e inclusive ao teste de interferência eletromagnética (EMC).
Apresentar Certificado de Boas Práticas de Fabricação, conforme determinação da RDC 59 da ANVISA – AGÊNCIA NACIONAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA.
Acessórios: 01 carrinho de transporte com rodízios e bandeja; 01 pedal para acionamento do conjunto bisturi elétrico & coagulador argônio; 01 caneta porta-eletrodo de comando manual com tripla função (corte e coagulação convencionais e coagulação com gás argônio); 01 caneta portaeletrodos de comando por pedal e 01 jogo de eletrodos médicos especiais (medidas 05, 70, 320 mm) para coagulação com gás; 01 cateter para endoscopia com 2,30m comprimento; 01 cateter para colonoscopia com 3,20m comprimento e 01 cilindro 1m³ para recarga de gás.


SISTEMA DE MONITORAMENTO PERINATAL – CARDIOTOCÓGRAFO MODELO BT-300D. ok

Cardiotocógrafo digital e microprocessado para detecção, indicação dos batimentos cardíacos fetais gemelares (BCF) e da contração uterina materna (CUM). Indica os parâmetros simultaneamente de BCF1, BCF2, CUM (na faixa de 30-240bpm/BCF e 0-99mmHg/CUM) em displays digitais numéricos independentes.
Imprimir os registros gráficos dos parâmetros BCF1, BCF2, CUM e FM, através de impressora térmica acoplada ao equipamento, além da função de alimentação de papel; velocidade de impressão: 10, 20, 30 mm/min; contraste de impressão: 1, 2, 3 passos; programação de período de Impressão: 0 (Desligado), 10, 20, 30, 40, 50, 60 min com auto-stop e auto-start de impressão quando perde o sinal do batimento cardíaco fetal e ainda, zoom do registro gráfico.
Possuir saída serial RS232 para Central de Monitoração e possibilidade de comunicação wireless (sem fio) via Bluetooth. Comutação automática de voltagem de rede elétrica (100~240VAC) e possibilidade de operação por bateria interna recarregável (opcional) com duração mínima de 2 horas contínuas. Peso máximo de 6kg para facilitar o transporte do equipamento.
Comprovar conforme Classe I Tipo BF prescrita na IEC/EM 60601-1 (Norma de Segurança para Equipamento Eletromédico) e ainda, com o Nível B prescrito na IEC/EM 60601-1-2 (Requerimentos de Compatibilidade Eletromagnética).
Fornecido com 02 transdutores de ultra-som permitindo monitoração gemelar e 01 transdutor pressão com respectivas cintas abdominais ajustáveis e reusáveis; 01 marcador de eventos, 01 estimulador sonoro; 01 tubo de gel e 01 pacote de papel termossensível (item de consumo).


SISTEMA DE MONITORAMENTO PERINATAL – CARDIOTOCÓGRAFO MODELO BT-350

Monitor para detecção, indicação e registro (gravação/impressão) da frequência cardíaca fetal (FCF), da contração uterina materna (CUM) para avaliação do bem estar do feto durante o último trimestre de gestação e movimentação fetal, com visualização através de tela rotacional com possibilidade de visualização em display Colorido de cristal liquido/LCD. Indica os parâmetros medidos de BCF1, BCF2 e CUM numa faixa de 30 a 240bpm/BCF, 0 a 99 mmHg (unidades relativas)/CUM e movimentação fetal, respectivamente, com exibição gráfica simultânea de cada parâmetro e outros dados monitorados. Imprime os registros gráficos do exame através de impressora tipo térmica integrada (acoplada ao equipamento), com parâmetros programáveis de Função de alimentação de papel, velocidade de impressão 10, 20, 30 mm/min, Contraste de impressão 1, 2, 3 passos, Tempo de impressão de 0 (desligado), 10, 20, 30, 40, 50, 60 min., Função auto-stop/auto-start de impressão e Zoom do registro gráfico. Som de Doppler com controle de volume - individualmente, alarme ao exceder campo BCF (faixa da Frequência Cardíaca Fetal) e Informação de transdutor desconectado, falta de papel ou porta aberta. Sistema de autoteste.
Equipamento leve e compacto (portátil), que apresenta peso aproximado de 5,6 kg. Seleção automática da voltagem de rede elétrica (100~240VAC); Bateria interna recarregável (opcional) com duração de 35 horas contínuas, aproximadamente; Armazena, aproximadamente, 440 horas de gravação com todos os dados do pacientes. Conexão externa com PC (Monitor Central) através de saída serial RS232C com opção de conexão wireless (sem fio).
Fornecido com 02 transdutores de ultra-som permitindo monitoração gemelar e 01 transdutor pressão com respectivas cintas abdominais ajustáveis e reusáveis; 01 marcador de eventos, 01 estimulador sonoro; 01 tubo de gel e 01 pacote de papel termossensível.